“A minha forma de educar é essa” diz avó que espancou neto de 7 anos após ser presa


O crime aconteceu na cidade Aparecida de Goiânia, na última sexta(17). Uma criança de apenas sete anos foi agredida violentamente pela avó, o ocorrido foi gravíssimo que a criança chegou a ficar desacordada. A mãe chegou ao hospital com a criança com diversos hematomas no corpo, o mais surpreendente é que os hematomas também existiam nos órgãos genitais do menino. A equipe médica do Hospital Cais Colina Azul entrou em contato imediatamente ao ver a situação com a Polícia e o Conselho Tutelar da cidade.



Após a chegada do conselheira tutelar na unidade médica, Ela comenta; “Os funcionários estão sem acreditar, é muita maldade, estamos espantados com tamanha violência.” A criança precisou ser entubada, e está em estado grave em coma, Segundo o conselheiro tutelar Williomar Francisco.
A mãe disse para a Conselheira que bateu nele apenas com uma sandália, pois ele teria a desobedecido. Após o seguimento do depoimento a mãe acabou contando que a avó teria sido a responsável pelo ocorrido.
loading...

A polícia então imediatamente foi à procura da avó e a prendeu, a mesma confessou o seu envolvimento no crime, ela responderá por tentativa de homicídio. A mãe do menino foi dispensada, ela participará como testemunha do crime que já está sendo investigado pela DPCA.

“A mãe conta que os hematomas foram devidos à uma agressão na segunda-feira causadas pela avó da criança. A avó confessou a versão da mãe da criança. A forma que ela encontra para educar é essa. Essa não foi a primeira agressão cometida contra o menino.”




O conselho Tutelar descobriu também que mais dois menores ainda moram na casa da família, um de 13 anos e outro de 10 anos. Eles foram deixados com os bisavós até que a justiça defina como vai ficar a situação. Será tomadas medidas protetivas necessárias para proteção desse menores.
Chegaram a haver boatos que o menino teria falecido, mas essa informação já foi desmentida pela família. Ele segue internado.
Via: g1.globo.com

Comentários

0 Comentários