Por onde anda Débora Bloch? Atriz realiza boa ação em comunidade do Rio de Janeiro

A atriz Débora Bloch, em meio aos tempos difíceis que estamos vivendo decorrente a pandemia do coronavírus que já matou muitas pessoas no mundo inteiro, tem aproveitado do seu tempo, para realizar boas ações a famílias carentes no Rio de Janeiro.


Ela arregaçou as mangas e colaborou com o fornecimento de marmitex e alimentos, que serviram para alimentar cinco mil famílias necessitadas que vivem no conjunto de favelas da Maré. Tomando as medidas necessárias, para evitar uma contaminação, Débora distribuiu com as doações na comunidade na Zona Norte do Rio, usando luvas descartáveis e máscara de proteção.
A artista colaborou na ação, que tem como objetivo ajudar 6 mil moradores, sendo que 4.500 famílias dessa comunidade, vivem em uma situação de extrema pobreza. Foram doados kits de higiene pessoal e também cestas básicas em meio a pandemia da Covid-19.
Por meio de seu perfil oficial do Instagram, Débora falou a respeito dos benefícios da ajuda e mostrou o registro ao lado de uma menina em uma das ruas da comunidade. Ela agradeceu a todas pessoas que ajudaram de alguma forma fazendo as suas doações, isso tem ajudado muito as pessoas mais idosas, veneráveis e aquelas que moram sozinhas.

loading...

A ação foi coordenada pela Redes de Desenvolvimento da Maré, uma associação coletiva civil que opera trabalhando a fim de ajudar um conjunto de 16 favelas. Débora Bloch, falou que a associação recebeu bastante ajudas e conseguiram comprar alimentos para produzir cerca de 200 quentinhas, que todos os dias são entregues para moradores de rua.
As compras dos alimentos foram feitas no próprio comércio local, diminuindo assim o conflito econômico devido a pandemia na área. A artista também falou que a associação ainda segue recebendo as doações e inclusive famoso como Johnny Massaro estão ajudando.
As comunidades tem sido consideradas as vulneráveis ao coronavírus devido a muitos fatores como, problemas de saneamento, falta de água potável, e dificuldades de manter o isolamento em razão das condições precárias da urbanização.









Comentários

0 Comentários